APU OFF

APU OFF

O mercado da aviação comercial tornou-se muito concorrencial. As companhias aéreas procuram reduções de custo e novas fontes de rendimentos.

Geralmente, as companhias aéreas procuram poupar num elemento chave: a despesa com combustível.  Vários estudos permitiram às companhias aéreas reduzir a sua despesa com combustíveis em voo através da otimização das trajetórias de aproximação e da velocidade, pela utilização de aviões de última geração equipados com motores económicos.

Se a poupança de combustível em voo for doravante conseguida, e a margem de progressão limitada, existem oportunidades de uma economia substancial aquando da estadia do avião em terra, no aeroporto: os APU dos aviões estão muito frequentemente em funcionamento.

O APU é uma turbina auxiliar que alimenta o avião em terra com energia elétrica, pneumática e climática. Os seus custos de consumo de queroseno e de manutenção são muito elevados, comparados com os custos relativos à utilização de material em terra (elétrico ou a diesel).

A utilização de equipamento em terra substituindo a APU gera uma poupança de combustível de 150 mil a 600 mil euros por ano e por avião, consoante o tipo de avião.

Tradicionalmente, os equipamentos fornecidos pelos fabricantes generalistas não permitem uma substituição real da APU, obrigando o piloto a fazer o arranque com a APU para assegurar o conforto dos passageiros quando o avião está estacionário. O arranque da APU não obriga à paragem das máquinas de serviço em terra, o material de terra funciona sem alimentar o avião, consume e custa, enquanto a APU assegura a geração elétrica e climática necessária ao avião.

Esta constatação (APU ON e material em terra conectado ao avião simultaneamente) pode ser observado em várias plataformas aeroportuárias.

A Guinault, através da sua especialização no fornecimento de soluções que permitem a substituição da APU, juntamente com uma especialização técnica única em refrigeração industrial, eletrónica de potência, eletromagnetismo, assegura antes de mais a paragem da APU aos seus clientes.

A Guinault personaliza a sua oferta comercial para assegurar a paragem da APU, tendo em conta o tipo de avião, a sua configuração, o processo da companhia aérea, a zona geográfica.

A Guinault garante a paragem da sua APU através da proposta de uma oferta completa que inclui:

  • PCA (ar condicionado) fixo elétrico, de expansão direta, de refrigeração por ar ou água
  • ACU (ar condicionado) móvel e autónomo elétrico ou a diesel
  • GPU (gerador) de 400Hz móvel e autónomo, a diesel ou elétrico
  • GPU (conversores de frequência) de 50-60/400Hz
  • ASU (compressores pneumáticos) móveis e autónomos
  • Soluções combinadas ACU-GPU/PCA 400Hz

A Guinault pode também fornecer sistemas de distribuição elétricos ou aeráulicas que permitem distribuir a geração elétrica ou climática e conectá-la ao avião:

  • enroladores de cabos de 400Hz automáticos
  • enroladores de cintas de climatização
  • tubos telescópicos para a distribuição climática sob a passarela
  • sistemas semirrígidos de distribuição climática móveis (Air Snake)